Menu

Banhos de Ervas



BANHOS DE ERVAS

As plantas possuem duplo etérico e, consequentemente, uma aura.
Quando falamos de “banho de ervas”, queremos dizer que as ervas em questão precisam ser maceradas (esfareladas com suas próprias mãos e deixar a seiva – que é o SANGUE da planta – misturar com água).

Qual a ciência por trás disso? Com esta seiva misturada à água, o banho fará com que ambos os campos eletromagnéticos sutis entrem em contato e se equilibrem.

As plantas mais comuns para estes banhos são a arruda e o manjericão, mas existem dezenas de tipos de banhos de ervas diferentes, de acordo com o tipo de problema.

Algo importante e que quase ninguém sabe é que após tomar um banho de ervas não devemos nos enxugar, mas apenas secar levemente nosso corpo, deixando-o terminar de secar naturalmente.

Da mesma maneira, existem os chás de ervas, nos quais as ervas são fervidas e bebidas posteriormente, com efeitos curativos dos mais diversos.


Alguns exemplos de plantas para banhos e imersões:

CAMOMILA – Os resultados desse banho você nota imediatamente, pois ele dá profunda sensação de repouso e faz uma limpeza completa em sua pele. Para aproveitá-lo ainda mais, umedeça dois chumaços de algodão na água do banho e coloque-os sobre os olhos; eles ficarão claros e brilhantes.

HORTELÃ – Perfeita para tonificar os músculos e renovar as energias. Além disso, a hortelã contribui para amaciar a pele e tem um excelente efeito desodorizante.

ORÉGANO – Você conhece mais como tempero, mas ele também é ótimo para banhos. Indicado para aliviar dores musculares e reumáticas.

ALFAZEMA – O banho de alfazema tem uma grande vantagem, pois você já sai dele suavemente perfumada. Para hidratar o corpo, pingue na água do banho 5 ou 6 gotas de óleo de amêndoa doce.

SÁLVIA – Erva de efeito anti inflamatório , que ajuda a combater cravos e espinhas. O banho de sálvia é recomendado especialmente para quem tem pele oleosa.

FLOR DE LARANJEIRA – O banho com esta erva dá uma gostosa sensação de frescor e descanso. A flor de laranjeira é também adstringente e fecha os poros excessivamente dilatados.

MELISSA – Também conhecida como erva-cidreira, proporciona um banho repousante e perfumado. Tomado antes de dormir, garante um sono tranqüilo.


Lembrando que existe um incontável número de plantas que podem ser usadas nestes banhos e imersões, cada uma com suas propriedades.
Pode ajudar, mas você simplesmente comprar um banho de 7 ervas em uma flora, não quer dizer que estas plantas são específicas para seu caso. Procure um especialista, alguém com experiencia para lhe indicar ou preparar estes banhos.

Um erro cometido por muitas pessoas, é o banho de sal grosso.
É recomendado muita moderação com o uso do sal grosso para banhos, pois ele tira de seu corpo não só a negatividade mas também toda a sua energia. Por isso é sempre preferível usar ervas para os banhos.

Mas se lhe foi recomendado (por alguém que entenda) o uso do sal grosso mesmo assim, tome em seguida um banho com "doce".
Utilize borrifadas de perfume e uma ou duas colheres de chá de mel na água, para repor as energias positivas que você perdeu durante o banho com sal grosso.

Esta na moda já a alguns meses pingentes com sal grosso em pulseiras, cordões, e adornos. Recomendo a vocês que não utilizem com frequencia esses adornos pelos mesmos motivos citados anteriormente. O sal grosso vai tirar tanto a sua energia negativa quanto a positiva. Então usem com moderação.

Fontes:
  • João Carlos Magalhães
  • www.corpoinconsciencia.com
  • www.espacoluzvida.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário