Menu

Biomagnetismo - Eficácia Demonstrada


Revolucionário Estudo com o Par Biomagnético





Em maio de 2009 na Espanha, houve um estudo clínico não divulgado nos meios de comunicação, mas apenas interessados ​​em publicar versões oficiais. Estudo esse acompanhado de um repórter do canal Discovery (que levou sua própria mãe ao teste, para garantir sua veracidade).

No entanto, este estudo demonstrou uma descoberta extraordinária que irá revolucionar a medicina nas próximas décadas.



O Dr. Isaac Goiz, descobridor da terapia do Par Biomagnetico que permite tratar todos os tipos de doenças apenas com ímãs, comprovou a eficácia de sua técnica, na clínica dirigida pelo Dr. Raymond Hilu em Marbella (Málaga).

Cerca de cinquenta pacientes com as mais diversas patologias foram tratados com a terapia do Par Biomagnético.





Destes pacientes foram coletadas amostras de sangue do diagnóstico antes do tratamento com os ímãs e outra amostra após, para compara-lo com o primeiro.

Assim, poderiam comprovar se os pacientes realmente teriam os microrganismos que o Dr. Goiz detectava mediante um simples teste cinesiológico e verificariam também se estes patógenos que causavam as doenças dos pacientes, haviam desaparecido após o tratamento biomagnético.

O teste foi concluído com o acompanhamento dos pacientes após retorno, para saber se haveriam curado ou não as suas doenças.



Além dessas curas e melhoras, o mais surpreendente deste estudo foi o comportamento do sangue antes e depois da aplicação dos pares de ímãs.

A maioria dos pacientes estavam muito doentes. Seus sangues estavam muito sujos, continham muitos patógenos, os neutrófilos estavam inutilizados e não podiam defender o organismo, a circulação era de muito má qualidade.

E as células vermelhas pareciam endurecidas, formando colunas como moedas empilhadas com pouca mobilidade.




No entanto, após o tratamento de Biomagnetismo, o sangue aparecia no microscópio como um sangue de uma pessoa saudável.
Os glóbulos vermelhos agora apareciam bem diferenciados, perfeitos em sua individualidade, movendo-se normalmente.

Das bactérias e fungos não haviam nenhum vestígio.
O sangue estava muito mais limpo, os neutrófilos que antes estavam estáticos, se mostravam agora muito ativos após o tratamento.



A acidose do sangue de todos os pacientes desapareceu sem exceção, depois de serem tratados por Dr. Goiz.




O Dr. Hilu surpreendido afirmou:
"Para eliminar as bactérias, os fungos, e melhorar a circulação até este ponto, seria exigido em condições habituais, mais de seis medicamentos e continuar o tratamento durante vários meses. "

Além disso, o Dr. Hilu pôde identificar em mais de 80% das amostras de sangue analisados, ​​os mesmos patógenos que o Dr. Goiz disse apenas por meio do teste cinesiológico que é usado em uma sessão de Biomagnetismo.



Os resultados deste estudo demonstram a eficácia real do Biomagnetismo em uma longa lista de doenças.

Muitas pessoas preferem ignorar esta interessante prova clínica, por não ser "abençoado" por parte das autoridades oficiais de saúde.

O problema é que estas autoridades reagem muito lentamente por causa da burocracia e da pressão de indústrias poderosas.

Essas multinacionais veem seus negócios ameaçados por soluções médicas eficazes, rápidas, limpas, simples e de baixíssimo custo.

Enquanto milhões de pessoas estão morrendo no mundo, por doenças que existe agora mesmo a cura simples e barata.



Mas, enquanto uma minoria com poder e dinheiro pode diminuir este avanço, o fenômeno do Biomagnetismo já é um fenômeno imparável pois mais e mais pessoas no mundo conhecem a evidência dos fatos.

Já existem milhares de terapeutas de Biomagnetismo no mundo, especialmente na América Latina, e este número continua crescendo exponencialmente, porque este sistema de cura é também simples e rápido de aprender e aplicar, e não requer estudos médicos anteriores.

Além disso, não há efeitos secundários e nem podem causar danos se aplicado incorretamente.

Os contundentes êxitos do Biomagnetismo é a razão pela qual a cada dia mais e mais médicos e terapeutas incorporam esta técnica em suas consultas diárias.

E por isso alguns países já o incorporaram em seus sistemas públicos de saúde e em suas faculdades.


Vídeo de 46 minutos com o estudo de Ana Celia Penalosa (mãe do repórter):

Fonte: João Carlos Magalhães
Youtube.com
Arquivos e imagens variados na internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário