Menu

Saúde - Acidez e Alcalinidade (parte 4)

Dieta Alcalina 

O médico sueco Dr. Ragnar Berg, foi o pioneiro na pesquisa da alimentação alcalinizante, esta sugere que 85% da dieta deve ser composta de elementos ricos em bases, dos quais uma parte deve estar em estado cru e apenas 15% deve ser reservada para alimentos acidificantes. Berg argumenta que a melhor terapia é com sucos de frutas frescas e verduras.




  • Comece a melhorar a qualidade da alimentação para começar a melhorar a qualidade de vida. Esteja ciente do que se alimenta. 



  • Preste atenção ao equilíbrio ácido-base do organismo pode eliminar uma série de sintomas, muitos dos quais são considerados às vezes hábito normal. 



  • Conheça os alimentos acidificante e alcalinizantes para começar a modificar a ingestão diária. A mudança deve ser gradual, inicialmente duas partes alcalinizantes por cada parte de acidificante, até equilíbrar em 4 por 1, e alcançar o hábito de consumir alimentos em equilíbrio ácido-alcalino. 


  • Adaptar-se a alimentos orgânicos e da época do ano 


  • O excesso de alimento provoca a acidificação, é necessário nutrir o corpo com moderação para satisfazer as necessidades básicas. 


  • Comer frutas (na época e maduro) e verduras (cruas, cozidas no vapor ou consumidos na água de cozimento). De preferência, consumir frutas e hortaliças de cultivos naturais e orgânicos. 


  • Incorporar grãos menos acidificantes (arroz integral Yamani, trigo sarraceno, milho) ou alcalinizantes (painço ou cevada) e legumes (feijões, lentilhas, ervilhas, grão de bico, soja, ervilha) previamente embebidas com um pedaço de alga kombu ou uma folha de repolho branco ou louro. 


  • Prefira as frutas secas: amêndoas, tâmaras, passas e nozes. 


  • Adoce com mel de arroz ou cevada, mel de abelhas.


  • O suco de limão é um produto usado para alcalinizar o organismo. Ele pode ser adicionado a um caldo de vegetais, cebola, aipo, resultando na desintoxicação e combinação desintoixicante e alcalinizante que é feita antes do almoço e do jantar. 


  • Em jejum, beba suco de frutas (contribuição exclusiva de bases ou alcalino), facilita o processo de purificação de resíduos ácidos e permite que você sinta sensação de alívio no organismo.




A Macrobiótica e o equilibrio YIN - YANG 

A Macrobiótica considera o YANG o elemento alcalino e o YIN o elemento ácido. Para manter a boa saúde, deve ser mantido o equilíbrio Yin-Yang, ou ácido-base.
Alguns alimentos alcalinizantes na dieta macrobiótica são: miso (pasta de soja fermentada), gergelim, raiz de bardana, algas, feijão aduki (protege a função renal), chá de Bancha, raiz de lótus, e ameixas umeboshi.

Alguns alimentos, ordenados segundo a abordagem macrobiótica no valor decrescente do elemento Yang (de mais alcalino a menos alcalino).


  • Cereais: trigo mourisco, painço, centeio, trigo integral, arroz Yamani, cevada, milho. 
  • Frutas: maçã, morango, castanha, cereja, azeitona, pêssego, avelã, amendoim, amêndoa, pêra, melão, butiá, figo, banana, cítricos, abacaxi. 
  • Legumes e Verduras: dente de leão, urtiga, cenoura, couve-flor, abóbora, salsa, cebola, nabo, chicória, alface, repolho, beterraba, lentilhas, ervilhas, alho, cogumelos, pepino, espinafre, aspargos, tomate, ervilhas 
  • Laticínios: queijo de cabra, queijo cheddar, leite, manteiga, creme de leite, iogurte. 
  • Óleos: gergelim, milho, girassol, soja. 
  • Bebidas: chá de ginseng, ban-cha, suco de frutas.


Fonte: http://biomagnetismo.com.mx

Nenhum comentário:

Postar um comentário