Menu

Saúde - Acidez e Alcalinidade (parte 3)



Como as bactérias e fungos desenvolvem-se? 

Uma das consequências de ter o corpo demasiadamente acidificado é ter todos os meios adequados para a sobrevivência das bactérias e os fungos.

Os fungos são formas unicelulares que crescem em matéria humana, animal ou vegetal. Estes organismos aproveitam-se deste estado ácido, sobrevivem de nossa energia, elétrons, utilizam nossas gorduras e proteínas, incluindo nosso material genético para desenvolver e crescer, são transformações biológicas de seu próprio corpo e vivem e prosperam em um estado ácido com baixo oxigênio.



Como desenvolver um estado alcalino? 

Como descrito acima, existe uma associação entre a acidez e o crescimento excessivo de microrganismos no corpo. Também já foi mencionado anteriormente que o excesso de acidez é gerada não só por suas próprias funções metabólicas do corpo, mas pelo tipo de alimento que consumimos, o que bebemos, os tóxicos que ingerimos (remédios, açúcares, etc.), o estilo de vida (vida sedentária ou excesso de exercícios), emoções, pensamentos negativos, o stress, poluição, etc. É um ciclo de desequilíbrio.

As células do corpo estão sempre trabalhando para adaptar-se a um Ph descendente em meio ácido. Se decompoem transformado-se em bactérias, fungos e leveduras que por sua vez excretam toxinas (ácidos debilitantes), envenenando ainda mais o ambiente interno já contaminado. É um desequilíbrio para o sistema, torna-se assim um ciclo perpetuo.

A boa notícia é que a ingestão de certos alimentos, a ingestão correta de suplementos que alcalinizam o corpo, o estilo de vida e exercícios adequados, os microorganismos não se desenvolvem em excesso e as células começam a evoluir positivamente, e o corpo pode eliminar toxinas corretamente. O Ph equilibra quando você consome alimentos que possuem efeito alcalinizante no corpo.



Quais alimentos alcalinizam o corpo? 


Basicamente são os vegetais com folhas verdes como espinafre, rúcula, brócolis, alface, etc. Também a batata, batata doce, tomate, pepino, etc, Legumes como grão de bico e a lentilha, sementes e nozes, amêndoas e avelãs. Limão, lima e o pomelo (grapefruit). O sal não refinado. Grãos como quinoa, painço, trigo sarraceno, espelta (trigo-vermelho) e arroz integral.

O ideal é que 80% da nossa alimentação seja alcalinizante e 20% acidificante, para manter o equilíbrio.

Os alimentos que basicamente nos acidificam são: proteínas de origem animal, carne de todos os tipos, ovos, laticínios. Açúcares em todas as suas formas, carboidratos refinados (arroz branco, pão, massas).



Há algo mais que alcalinize o corpo? 


O limão e a lima, apesar de serem ácidos, curiosamente possuem um efeito alcalinizante no organismo. Óleos como os  de linhaça, uva, abacate e azeite de oliva, também possuem um efeito alcalinizante. Também podemos incluir o ômega-3 (óleo de peixe ou  krill).

Existem também determinados sais minerais especialmente alcalinizantes: sódio, potássio, magnésio e cálcio. Eles podem ser comprados em conjunto ou separadamente. Também existem gotas para equilibrar o Ph, para alcalinizar a água.

Entre os suplementos que eu pessoalmente utilizo e recomendo são as gotas de Alkalife para alcalinizar a água que bebemos. Possui um pH de 10, o que significa que quando colocado na água, este pH sobe acima de 7,5. As gotas Alkalife são desenvolvidos pelo Dr. Sang Whang.
Também alcançamos o pH neutro com Biomagnetismo Médico, impactando em pontos específicos ímãs negativos e positivos obtendo o equilíbrio do ph do organismo, onde no final, é o lugar onde está o ESTADO DE SAÚDE PERFEITA, não na acidez nem na alcalinidade.


Fonte: http://biomagnetismo.com.mx

Nenhum comentário:

Postar um comentário